13 de abril de 2010

LIA: MULHER LINDA, FEMININA E PLURAL !...




 Se Dourado foi a personalidade masculina que se afirmou como o grande e imbatível protagonista o BBB10, Lia foi a única personalidade feminina que se destacou como segunda protagonista do programa. Ela marcou seu espaço, delimitou seu campo de ação, foi fiel aos seus princípios e aos seus valores. Lia pagou um alto tributo aos medíocres justamente por de ter caráter, fibra, autenticidade, pulso firme, além de “força e honra”.

Lia, como jogadora e como ser humano, foi uma das melhores participantes do sexo feminino que já passou pelas várias edições do BBB. Ao contrário de muitas, não usou o belo corpo para se afirmar, não ficou se esfregando nos homens para aparecer. Foi autêntica, guerreira, grande estrategista e excelente leitora do jogo.

É pena que parte da torcida do Dourado não tenha sabido dar o devido valor à Lia. Em muitas ocasiões até queria vê-la eliminada do programa, sob a infundada suspeita de que ela iria prejudicar o lutador, sem que houvesse indícios que apontassem para uma possível traição dela contra o aliado e amigo. Foi achincalhada e chamada de mijona, foi execrada e mal interpretada o tempo todo, como se fosse a vilã da edição.

A fidelidade e a lealdade era uma das qualidades mais evidentes em Lia, como o ciúme era seu defeito mais nocivo. Por suas fidelidades foi que quase surtou e se perdeu no jogo, ao se envolver afetiva e emocionalmente com Cadu, tentando protegê-lo das artimanhas de Fernanda. Por tudo quanto ela foi e fez de bom, merecia o segundo lugar. Merecia estar com Dourado e Cadu na festa da vitória, na qual Fernanda era apenas uma figurante insossa, sem brilho e sem glamour.

Mas, não tenho dúvidas de que Lia irá muito além do seus minutos de fama instantânea, porque ela sabe o que quer, ela sabe lutar por seus ideais e tem uma personalidade transparente que inspira confiança. Ela sabe que pode chegar longe, ela sabe qual é a hora do “grito”, a hora exata em que terá que gritar para o mundo ¨olha prá mim¨! Ela vai conseguir muitas coisas boas, vai fazer seu pé de meia, vai trilhar os mesmos caminhos de Francine Piaia, unicamente porque não tem medo do trabalho, não desiste da luta, é moça pobre, que aprendeu na escola da vida, tirânica, dura e cruel, as lições que forjaram seu caráter firme, sua verdade e sua autenticidade.

Seus pequenos defeitos são quase nada, são muito menores do que os dos outros participantes que se voltaram contra ela. Lia foi fiel aos amigos, não fez fofocas, não proferiu maledicências, não falou mal de ninguém pelas costas sem que antes dissesse tudo diretamente à pessoa. Ela foi uma das mais atuantes, participando, ativamente, do início ao fim, de todas as provas, tarefas e problemas da casa. Foi barraqueira e irritante? Claro que foi. Sempre com quem merecia e na hora certa de dizer o que ninguém ousava proferir. Por isto foi perseguida, detestada e posta em vários paredões, até ser eliminada. Na saída, recebeu o abraço amigo e fraterno de um Bial emocionado e triste com a sua injusta eliminação. Eu também chorei e fiquei consternada. Apesar dos pesares, apesar de muitas vezes irritar-me com ela, eu torcia para que a guerreira Lia ficasse na final. Bial nunca conseguiu esconder a sua admiração e o seu apreço pela personalidade ímpar da ex-bbb. 

Lia merecia o segundo lugar, indiscutivelmente, foi um grande erro da torcida do contra e das maracutaias de Boninho terem armado para que saísse, ensejando que Fernanda fosse a segunda colocada. Uma pessoa mesquinha, apagada, sem charme e sem carisma, que não passa de uma oportunista, falsa e sonsa. Sua única qualidade como jogadora foi o esforço nas provas de resistência. Todavia, apesar da ajudinha de Boninho, ela perdeu o rumo e findou se enrolando no jogo devido à sua falta de visão, seu egoísmo, sua falsidade e falta de fibra, frustrando os planos boninescos de fazer dela a campeã. Esta vai ter os holofotes apagados em pouquíssimo tempo.

Ter ficado no segundo lugar não significou uma vitória de Fernanda a ser comemorada, porque ela não representou nada no BBB10, a não ser o papel de “mosca morta”, de samambaia,  que decidiu soltar a franga e tirar o atraso, quando soube que havia perdido o pretenso candidato a marido rico. Aí, jogou a Bíblia para o fundo da gaveta , esqueceu os salmos e os evangelhos e correu, como uma desesperada, atrás do prejuízo. Até gay servia-lhe de consolo e de bombeiro para apagar o fogo das calcinhas em chamas. E a Santa virou a Devassa! A mocinha pura caiu de boca na manguaça, nos cigarros e nas danças eróticas... Um fenômeno de mutação instantânea!

Mulheres como Maroca, Angélica, Cacau e Fernanda (que só têm o corpão para oferecer como mercadoria de consumo), são vazias demais, não têm conteúdo se carisma para se sustentam por muito tempo na concorrida cena da fama. Depois que mostrarem os traseiros aloprados, as peitolas siliconadas e as pichocas nas revistas Playboy e Sexy, entrarão  na estrada estreita do declínio, apenas a espera que novas gostosas do BBB11  e de No Limite, venham ocupar seus espaços na mídia e sob os holofotes da glória passageira. Nem Priscila, com a proteção de Boninho e de Bial, conseguiu ser uma presença marcante e prestigiada como Grazi, Íris, Juliana Alves, Sabrina e, recentemente Francine Piaia contratada como apresentadora de um programa na RedeTV, onde Ana Machado já trabalha como repórter, para o Super Pop.

Lia encontrou, fora da casa do BBB, uma pessoa generosa e boa, disposta a guiá-la e auxiliá-la em seu início de vida pós-bbb: Preta Gil! Esta tomou a iniciativa de apresentá-la ao mundo, mostrando tudo quanto Lia gostaria de ver e de conhecer. Essa amizade poderá ter um significado muito especial para Lia, desde que ela saiba valorizá-la e fruir do prestígio da cantora, disposta a apoiá-la. O fato é que ela está muito bem assessorada e orientada por uma assessora com larga experiência no ramo. 

Lia será a próxima bela do BBB10 a estampar a capa da revista Playboy . De acordo com a coluna Telenotícias, do jornal "O Dia" desta segunda, 12, a as negociações entre Lia e a publicação já estão em fase final. Pelas belas fotos do Paparazzo, pode-se ter uma idéia  da qualidade do ensaio para a PB. A foto abaixo é linda!


Na sequência seria a vez da baiana Anamara posar para um ensaio nu. (depois de perder  os toucinhos adquiridos na farra gastronômica das festas).  Já Fernanda, que nem o Paparazzo fez, ainda segundo a coluna, teria recusado o convite para posar para revistas  masculinas (com aquele nariz esquisito, sem peitolas turbinadas e sem bundão não dá!!! Rsrsrsrsrs).

Sobre Maroca, não posso deixar de dizer que, com grande estardalhaço, ela saiu do jejum de sexo, com a ajuda da mui amiga e prestimosa  Priscila, que conseguiu um primo do namorado, muito caridoso, para transar com a necessitada baiana, em vias de ter um ataque de nervos por falta  de  um bombeiro que lhe apagasse as chamas da paixão. Ó, Coitada!  As duas se merecem... que mulheres vulgares , meu São Chiquinho!!! O alarde que a gralha doidivana fez de um ato tão íntimo dá bem conta do tipo de valores morais cultivados por Maroca. Ela e a Kiwi são mesmo almas gêmeas na futilidade, na falta de decoro e na falta de respeito por si mesmas. Vade Retro!

    Postar um comentário