3 de dezembro de 2009

Fran: Ela é a dona do pós-jogo






O Jornal Extra noticiou a premuiação  do BBB9, como o melhor reality show do ano. Na mesma matéria, o redator afirma que "Fran : Ela é a dona absoluta do pós-jogo. Max levou o milhão, mas Francine virou a queridinha das adolescentes e criou moda."  É a mais pura verdade o sucesso da Fofurinha, Ela continua sendo notícia, continua "causando". Tanto que em uma enquete realizada no EGO, para eleger a mulher que melhor veste um "vestidinho rosa", Francine foi a vencedora com 80% dos votos.


  
Francine vai de vento em popa com as vendas dos seus produtos. Ela acaba de fazer o lançamento, em Recife, de sua linha de sandálias,  agendas e outros materiais de uso escolar.



Recebi de Maria Luisa dos Santos Padilha, uma amiga e leitora “moiteira” dos meus blogs, esta redondilha, de sua autoria, parodiando uma outra de Camões, composta em homenagem à Francine Piaia e ao poeta lusitano. No e-mail que usou para enviar o texto, ela pediu-me que o postasse no Via Láctea- Literatura, já que é um blog dedicado a poesias, inclusive às de Luís de Camões.


Achei interessante a idéia de Maria Luísa que afirma não ser poeta, mas que ama profundamente a literatura e é fanzona de Fran. Vou deixá-la aqui no Feminina & Plural até amanhã pela manhã, para que as minhas amigas, dos blogs de Francine ou dos que são dedicados a ela, possam tomar conhecimento da singela homenagem.


Segue-se a redondilha de Camões e, logo abaixo, a redondilha da leitora, a quem agradeço a lembrança e a gentileza de enviar-me o simpático presente.

Mote
Descalça vai pêra fonte
Lianor pela verdura;
Vai fermosa e não segura.


Voltas
Leva na cabeça o pote,
O texto nas mãos de prata,
Cinta de fina escarlata.
Sainho de chamalote;
Traz a vasquinha de cote,
Mais branca que a neve pura.
Vai fermosa, e não segura.


Descobre a touca a garganta,
Cabelos de ouro entrançado,
Fita de cor de encarnado,
Chove nela graça tanta,
Que dá graça à fermosura.
Vai fermosa, e não segura.

(Camões)



PARODIANDO A REDONDILHA DE CAMÕES


MOTE

Faceira vai para as compras
A fofurinha Francine
Vai formosa, e vai segura

VOLTAS
Leva na cabeça um laçarote
Feito de fita encarnada,
Cinto largo de chamalote.
Sainha jeans bem curtinha
Cobre a calcinha fofura.
Mais branca que a neve pura,
Vai formosa, e vai segura.


Cobre uma echarpe a garganta
Tecida em lãs entrançadas
Regata e polainas listadas..
Tão linda que o mundo espanta.
Vê-se nela graça tanta,
Que faz inveja à formosura.
Vai formosa, e vai segura.


5 comentários :

Eva disse...

ABRINDO O HALOSCAN. SEJAM BEM VINDAS AS PESSOAS DA PAZ e DA ANIZADE

maria teresa disse...

Eva, fico mto contente de ve-la bem e por cima, continuo torcendo mto praque tudo continue dando sempre certo pra nossa FRAN. e mtos beijinhos pra vc

Eva disse...

MARIA TEREZA
Obrigada, amiga, pelas palavras tão estimulantes.
Eu também torço muito para que Francine consiga sua estabilidade financeira. Acredito que ela vai conseguir muito mais, com o próprio trabalho e a força da vontade.
Apoio ela como posso, nos meus blogs. Um abraço carinhoso.

Tami disse...

Olá!!

Teu blog continua lindo e interessante .

Eu jah tinha visto a paródia, mas ficou muito mais interessante vendo junto a de Camões e poder analisá-las.

Fran sempre!!!!!

Beijusss e parabéns pelos posts.

Eva disse...

TAMI
Você deve ter visto esta paródia no meu outro blog -VIA LÁCTEA-LITERATURA-. Recebi de uma amiga que a escreveu e pediu-me para que a postasse. Um abraço.