7 de dezembro de 2013

A farsa Bárbara Evans


Nunca morri de amores por Monique Evans, muito pelo contrário, pois não aprecio mulheres desbocadas, sem classe e vulgares. Todavia, não consigo digerir a perfídia de Bárbara Evans com mãe. Essa pentelha loura usou a fama da mãe, seduziu o público a votar nela com o mais falso e pérfido discursinho da boa filha, da filha amorosa e super amiga da mãe que entrou no reality para ajudar Monique. Sim. Bárbara repetiu à exaustão que só entrou em A Fazenda para ganhar o prêmio para a mãe, o prêmio que a ela pertencia, por ter sido prejudicada na edição na qual participou e ficou em segundo lugar.
Se eu nunca acreditei na mentirosa e ardilosa Bárbara, infelizmente muita gente comprou a farsa que a megerinha montou. O público comprou o pacote completa da grande armação da pilantra, inclusive o grande amor que a loura falsa propagava viver com Matheus. Este, talvez interessado e fazer sexo todas as noites, ou porque é mesmo devagar das idéias, aceitou o romance fake, ajudando a aguada namorada a enganar o público do sofá, as noveleiras, doidas por historinhas de amor em reality show. 
Bárbara Evans sempre teve uma conturbada relação com a mãe, Monique Evans, nunca foi a filha amiga e dedicada que fingiu ser. 
“Minha mãe tem depressão desde que eu me conheço por gente. Ela se doou muito para eu ganhar esse prêmio, mas eu resolvi me afastar dela porque preciso viver, preciso ter minha vida”, afirmou durante o programa “Roberto Justus +”. Mais uma razão para ela não desprezar a mãe. Monique não viu nenhum centavo do prêmio que a filha mentirosa dizia ser para ela. Apenas serviu de escada para a insignificante filha ganhar evidência. Pobre Monique, não suportou a decepção, a ingratidão e o tratamento cruel da filha a quem adora. 
A modelo falou também sobre o ex-namorado, Mateus Verdelho, e garantiu que o moço foi muito importante para sua vitória na sexta temporada de “A Fazenda”. “Ganhei o prêmio por causa da minha determinação e da minha força de vontade. Mas, se eu não tivesse tido o Matheus, acho que não teria aguentado.” Claro que sem a ajuda dele dentro do confinamento e de Monique fora (muito bem ajudada pela produção sebosa do Reality) , essa pessoinha medíocre jamais teria derrubado Denise Rocha. Usou a mãe e Matheus com muita habilidade. Ele, logo percebeu a mediocridade e a frieza maldosa da ficante e tratou de cair fora, não comprometendo seu nome com uma relação puramente sexual com a azeda e desbocada campeã de A Fazenda. Esta, logo se consolou correndo atrás de Luan Santana. Ele que se cuide! Para aparecer, Bárbara Evans é capaz de tudo. Sabe que sem a ajuda da mãe, sem a sombra protetora da mesma, logo os holofotes da fama vão se apagar. Como a fila anda rápido com a libidinosa loura, logo deve ter feito uma visitinha ao camarim do cantor famoso. Hehehehehehehe... 
Monique foi sempre uma linda mulher, ganhou prestígio, ficou famosa e brilhou muito no panorama da fama. A filha é apenas um rostinho engraçadinho em um corpo feioso, magricela com peitões siliconados. Vamos ver o que o futuro reserva para esta sujeitinha que meteu a mãe em uma clínica psiquiátrica e foi retocar as madeixas em um salão chic do Rio. O que acionou a crise de depressão de Monique foi o choque com a sucessão de desfeitas da filha, depois que ganhou o reality e já não precisava da ajuda da mãe. Ser usada é muito doloroso. Por uma filha é ainda pior.

Nenhum comentário :