4 de julho de 2010

Glória é uma Glória absoluta!



Glória Pires é uma das atrizes que mais admiro, não somente por por ser uma intérprete estupenda, como pela mulher equilibrada, discreta, inimiga da vulgaridade, uma mulher com uma vida privada irrepreensível, seja como mãe dedicada e presente, seja como esposa amiga e cúmplice, ou, ainda, como mulher social discreta, gentil, educada e muito simpática. Linda e inteligente, nunca perdeu a simplicidade e a modéstia. Hoje, li a matéria, abaixo transcrita, sobre Glória e não resisti à tentação de postá-la aqui.




"Ela já foi Maria de Fátima, Maria Moura e até Ruth e Raquel ao mesmo tempo. Completando 40 anos de carreira, Gloria Pires reuniu em um livro toda sua trajetória de sucesso na televisão e no cinema. No livro "40 anos de Gloria", Eduardo Nassif e Fábio Fabrício Fabretti contam a história da atriz e, através de depoimentos e fotos, os autores costuram a vida de uma das mais respeitadas artistas dos últimos tempos.

Em entrevista ao TE CONTEI, os dois falaram sobre o processo de produção do livro, o sonho em transformá-lo em documentário e, claro, a admiração pela atriz. "Sou amigo da Glorinha há 12 anos. Além de um ser humano fantástico, ela é uma pessoa completa. Em 2001, apresentei o projeto de um livro e de uma exposição sobre a carreira dela. Ela é muito empolgada e já começou a arregaçar as mangas junto comigo", conta Eduardo.

A ideia, no entanto, demorou um pouco a sair do papel. Por conta de problemas pessoais, o produção do livro só começou em 2008, quando Gloria resolveu fixar residência em Paris. "Achei que isso fosse atrapalhar, mas resolvíamos tudo pela internet. Não houve desgaste ou briga, só a diferença de fuso horário atrapalhou, mas tiramos de letra", completa.

O projeto já existia quando Fábio Fabretti foi convidado para trabalhar com Eduardo. O escritor só conhecia Gloria Pires por seus trabalhos na televisão, e ficou encantado com a atriz. "Nosso primeiro encontro foi muito divertido e descontraído. O que mais me surpreendeu foi a personalidade da Gloria, além do seu lado engraçado. Gloria foi uma grande surpresa, assim como minha amizade com o Eduardo e a produção desse livro", pontua.

Mesmo sendo amigo de longa data de Gloria Pires, Eduardo Nassif conta que também ficou surpreso com algumas histórias da atriz, como as dificuldades na infância: "Por conviver com ela há tanto tempo, já sabia de muita coisa, mas o que mais me surpreendeu foi saber das dificuldades financeiras que ele enfrentou. Não sabia que ela tinha passado por aquilo, como dormir em colchonete de favor, em casa de parentes".

Após dois anos de trabalho intenso, incluindo entrevistas, pesquisas e visitas à Biblioteca Nacional, Fábio Fabretti aponta a finalização do livro como a parte mais difícil do processo. "O 'vazio' ficou e deixou a vontade de continuar o projeto. Quando acabei o livro, me deu uma certa melancolia. Dois anos fazendo parte daquilo tudo, mergulhado naquela história, e de repente ponto final. Foi estranho. Senti falta de continuar. Acho que a vida da Gloria daria um documentário interessante e já conversamos sobre isso", conta. "Ainda é embrionário esse projeto. Estou conversando com uma produtora de São Paulo que se mostrou interessada
em produzi-lo. Assinarei o roteiro e a assistência de direção", finaliza Eduardo Nassif.

Por Naiara Sobral, do Te Contei  |  

                                                                

2 comentários :

Jane TDM disse...

Gloria Pires e Fernanda Montenegro,pra mim, são duas damas.Dama pode ser uma palavra antiga, mas que tem a conotação de "classuda"
bjk

Gloria Mariquinha disse...

Minha xará é mesmo sensacional. Uma profissional magnífica, perfeita!