11 de abril de 2011

Enquanto aguarda o "processo", Ariadna lança revista PlayBoy



Ariadna prestigiada pelos colegas Maurício, Jaqueline e Paulinha, no lançamento da edição da revista PlayBoy especialmente feita para ela. Além dessa edição especial, a ex-bbb teve algumas páginas na edição de março que tem Michelli na capa. 

Na entrevista concedida no dia do evento, Ariadna ficou sabendo que o assessor da campeã teria revelado que vai bloquear o seu cachê da na revista. É deplorável essa perseguição à jovem, por parte da genitora (missionária evangélica) da pura e virtuosa Meg.   A doce Meg que declarou no programa do Faustão que perdoava Ariadna, de quem gostava muito. E, logo depois, afirmou o contrário, apoiando a mãe no processo movido contra a garota. Quanta mentira! Quanta incoerência e descaramento! 

Fazer o quê? A cegueira de certas mães, às vezes, raiam ao absurdo! Será que esta senhora, que se diz missionária evangélica, procurou ver os vídeos e fotos da filhinha, educada com tanto rigor e "bastante religiosa"?  Se é tão religiosa, como podem ser tão vingativas contra uma pessoa que não disse nenhuma mentira, nem calunia, para tentar tapar o sol com peneira?  Arre, quanta hipocrisia! 

O que é mais abominável é assistir o show de soberba majestática dessa senhora e sua filhota contra a atitude de humildade de Ariadna que, inclusive já pediu desculpas publicamente, como exigiu a arrogante Alícia. Não deveria ter se desculpado. Afinal, não caluniou  nem difamou, conforme está sendo acusada.
  
Segundo a reportagem de OFuxico, Alicia garantiu levar o processo até as últimas consequências e disse que toda a família está mobilizada para defender Maria. Sobre a imagem da filha, Alicia revelou que acredita mais no poder divino e acha que as palavras proferidas por Ariadna não vão abalar a reputação da filha: “Não temo preconceito fora e dentro da casa depois das palavras da Ariadna. As trevas saem para dar passo à luz. Esta não é qualquer luz, é a luz de Deus. 

Ai, que alienação! Por acaso, a reputação de Maria ainda tem alguma coisa que possa ser abalada? Será que a nobre e distinta senhora não sabe que a filha está na boca do mundo há muito tempo?  Que os vídeos erótico-pornôs foram vistos por milhares de pessoas, no Brasil e no exterior, inclusive pela turma do BBB11? 

Torço por Ariadna! Ela não pode ser massacrada para que Meg continue se fazendo passar por inocentinha "moça de família", muito devota e religiosa. Espero que ela tenha um bom advogado, que recolha as provas necessárias a fazer com que o tiro que lhe querem dar saia pela culatra. Ainda quero ver o final dessa história asquerosa...  


Postar um comentário