2 de julho de 2009

Onde estão as pérolas negras do Brasil?


O Brasil é considerado um país de belas mulheres, especialmente de belas mulhers negras comprovado prodigamente em época de carnaval, quando irrompe na passarela da Avenida Sapucaí uma quantidade considerável de mulheres negras, cada uma mais esplendorosa e estonteante que a outra. No programa de Netinho – A mais bela negra do Brasil, apresentado na Rede Record em 2005, – vi, surpreendida e encantadíssima, um estardalhaço de beleza e negritude naquelas centenas de elegantes, altas, esbeltas, exuberantes e magníficas deusas de ébano, lindas da cabeça aos pés, sem silicones, sem lipos, sem plásticas, sem megahair, apenas com o que a natureza e o DNA da vigorosa raça negra lhes legaram.

Todavia, qual foi a repercussão que o evento teve na mídia? Onde estão essas meninas maravilhosas? Eram centenas delas vindas de quase todos os estados brasileiros. Não as vejo nas passarelas das semanas de moda do eixo Rio/São Paulo, não as vejo participando dos concursos estaduais do Miss Brasil. Não encontrei sequer uma foto da vencedora do concurso, Fernanda Santos. Isto eu não consigo entender, tampouco aceitar, pois se trata de uma belíssima jovem.

Em cada concurso para a escolha de Miss Brasil, eu me pergunto onde estão as espantosamente lindas mulheres negras do nosso país que não se inscrevem, em seus estados, para participarem do evento? Medo da discriminação, do preconceito camuflado em risos e tapinhas nas costas? Como posso entender que num país mulato como é o Brasil, com uma população miscigenada, na qual apenas uma minoria pode se considerar da raça branca, não tenha pelo menos um terço das candidatas afro-descendentes? Já tivemos misses negras, representando estados do sul e sudeste. A Miss Pernambuco 2009 é negra e linda.






Quem ainda se lembra do nome da miss Brasil 1986? Quem sabe que ela era uma negra estupenda. Pois é, Deise Nunes de Souza, Miss Rio Grande do Sul, foi a primeira negra a conquistar o título de Miss Brasil. Ela foi a quarta representante dos gaúchos a ser coroada Miss Brasil, em concurso realizado na cidade de São Paulo, no dia 17 de maio de 1986.




Descoberta em 1984 pelo então diretor social do Sport Club Internacional, Paulo Franchini, representou o clube no concurso Rainha das Piscinas do mesmo ano, sendo a vencedora de um dos certames de beleza mais importantes do seu estado na época. Foi a primeira negra brasileira a disputar o Miss Universo, sendo uma das semifinalistas. Ainda foi a segunda colocada no quesito traje típico.

Após fazer sua sucessora, Deise passou a ser destaque no carnaval carioca, desfilando por alguns anos como rainha de bateria da escola de samba União da Ilha. Só deixou o posto após o carnaval de 2004. Muito requisitada para desfiles e para fazer capas de revistas, a bela jovem coleciona muitos sucessos em sua carreira de modelo.

Em 1988, Deise fez uma ponta num dos episódios do seriado Tarcísio e Glória (já extinto), na Rede Globo. Na mesma emissora, foi convidada do júri do Cassino da Chacrinha em algumas ocasiões. Na primeira aparição, exibida em 23 de março de 1987, ela ainda era Miss BrasiL




Atualmente, ainda uma bela mulher, Deise comanda o programa de televisão Terceiro Setor, exibido em um dos canais da NET Porto Alegre. A experiência a estimulou na decisão de trocar as passarelas do carnaval gaúcho (a última escola em que desfilou foi a Unidos de Vila Isabel) pela vida acadêmica, no início de 2007. Agora, ela pretende fazer curso de jornalismo. Em 2003, foi jurada do concurso de Miss Brasil no qual elegeu Gislene Ferreira como a mais bela do país. No ano seguinte, ela e outras 31 eximisses Brasil foram homenageadas na festa de 50 anos da Miss Brasil, realizada em São Paulo.

11 comentários :

Mamis disse...

Eu lembro quando ela ganhou, realmente ela era muito bonita. bjs

A Itinerante - Neiva disse...

Eva,

Verdade! Cada negra linda que vejo por aí nas ruas. E na midia, só na revista Raça mesmo e olhe lá. Vergonha!

Excelente post. Parabéns.

Beijos

Eva disse...

Mamis, acho revoltante o descaso da mídia com as lindas moças da raça negra que existem aos montões em nosso país. Elas só são lembradas como sambistas e/ou cantoras. As moças comuns sequer se encorajam ou são encorajadas a participarem dos concursos de beleza ou para top model. Elas sabem a cor e o fedor do preconceito.

O que mais admiro em Deise Nunes pé a forma como ela assume a sua negritude, seu cabelão crespo, sua raça. Sou fã desta mulher, super plural.

Eva disse...

NEIVA

O Brasil é um celeiro de belas negras. Onde elas estão? Por que não se candidatam ao Miss Brasil? Claro que sabem do preconceito que não lhes daria chances. Até no BBB as negras são raras. No BBb1 entrou Vanessa, modelo, fina e uma bela mulher. Chegou à final, mas não levou. Entre a negra e Bambam, este levou a vantagem.

Glória disse...

Sou suspeita para defender a raça negra, mesmo porque, sou admiradora profunda dos negros, em todos os sentidos...ehehe

Mas, falando sério: também acho uma pena que essas belas mulheres não ganhem tanto dinheiro quanto a linda Gisele!

mimo disse...

Eva está tudo muito lindo por aqui. Adorei a cor, ficou super!
De fato o Brasil tem mania disso, não valorizar as suas pérolas, geralmente elas conseguem mais fora do Brasil, haja visto Magareth Menezes e só depois são reconhecidas por aqui, beijos e bom fim de semana

Eva disse...

Glória, querida amiga, faço parte desse mesmo time que veste a camisa da negritude. Inclusive, quanto resolvi adotar uma menina, escolhi uma criança que havia sido abandonada na porta da casa de uma família minha conhecida. Logo que a vi, percebi que iria ser muito morena. Isto contou ponto a favor, não tive dúvidas de que aquela era a criança que eu jamais teria condições de gerar, a não ser que meu marido fosse negro. Hoje, ela é uma bela mulher, com um metro e oitenta de altura, linda, corpo bonito, inteligente e ótima filha. Por tê-la criado, juntamernte com minha segunda adotada branca, sei bem como fede o preconceito contra o negro, mulatos, etc. Senti o ferrão da rejeição em pessoas da minha própria família. Que nojooooo! Aproveito para diazer que minha netinha deverá nascer na próxima semana. Filha da minha caçula.
Se lastimo alguma coisa na vida, é não ter tido a sorte de encontrar um negão para me mostrar os encantos da pretidão do amor. Fica para a próxima encarnação. Espero retornar negra, linda e inteligente.

Eva disse...

MIMO

Sinto-me como criança em parque de diversões ou em loja de brinquedos, quando entro em um site de acessórias para blogs, se pudesse pegava tudo e punha aqui para divertir-me com as figurinhas, inclusive com as dolls que se movem. Blogar está sento uma terapia anti-envelhecimento, para mim, incrivelmente sedutora. Tô blogando e tô feliz, este é meu lema! bjs.

Elaine disse...

Olá!
Estou passando para conhecer seu blog um pouco melhor e para desejar uma semana linda, cheia de bênçãos e oportunidades. Sobre seu post, acho que a próxima novela da globo terá uma protagonista negra.
Beijos e fique com Deus.

Eva disse...

Elaine

Obrigada por sua visita. Volte sempre que desejar. Será sempre muito bem vinda.

DJ disse...

Excelente post, apenas 11 comentários ao inves de milhares.
Temos que conquistar o nosso espaço e principalmente o respeito em geral, somos mais de 60% da população e o que vemos na mídia é a outra parte, só que da raça branca...
Emquanto agente não se mexer as conquistas vão ser sempre lentas e pode ter certeza que nossos filhos e netos e bisnetos irão sofrer essa desigualdade social.
A raça negra tem uma História e Cultura da qual nenhuma outra raça tem, temos que nos orgulhar sempre e mostrar a si a todos que somos capaz.

Parabéns pelo Post Eva nota 1000

Eduado Soares