25 de junho de 2013

Falar sobre sexo com o parceiro ainda é difícil para as mulheres


Elas têm receio de compartilhar preferências, dúvidas e insatisfações .
Elas dominam a habilidade de discutir a relação, mas muitas mulheres ainda demonstram receio em falar com seus parceiros quando o tema é sexo. Mesmo aquelas que sabem expressar suas queixas sobre atitudes, hábitos, falta de parceria e rejeição, se sentem pouco à vontade para verbalizar interesses, preferências, fantasias e insatisfações na cama.
Quando chegam ao consultório, mulheres relatam o receio à desaprovação e o medo de magoar quando o assunto é desempenho sexual. E é verdade que nem sempre os homens reagem bem: alguns tentam responsabilizá-las, outros dizem que é difícil satisfazê-las, outros justificam sua postura pelo estresse do dia a dia e há aqueles que simplesmente dizem que o sexo está bom assim.
As raras exceções são os homens que participam da conversa, aceitam, propõe e são parceiros na busca de uma solução para as dificuldades do casal. Porém, suas esposas ou namoradas revelam os mesmos medos ou tabus e se surpreendem com o interesse deles quando elas tomam coragem e rompem o silêncio.
O casal que compartilha fantasias tem uma vida sexual intensa e lúdica. Esse potente estímulo pode levar ao prazer orgástico com pouca manipulação ou carícias. Elas provocam intenso erotismo melhorando o desempenho sexual; aumentando a libido; permitindo que a mulher descubra sua potência sexual e sensual ajudando na autoestima.
Solicitar algo diferente durante a transa pode ser um potente estimulante natural, porque mexe com as fantasias. A palavra exigência está fora desse contexto, no sexo tudo deve ser compartilhado com muito prazer.
O casal precisa conversar sobre os problemas sexuais e buscar juntos a ajuda de um profissional. O apoio mútuo fortalece, facilita o enfrentamento e a resolução das dificuldades. Indico uma leitura do livro “No jardim do Desejo” (Editora Mandarim), sobre as fantasias sexuais femininas.

Autora:  Fátima Protti. Sexóloga

Nenhum comentário :