11 de novembro de 2015

Os Dez Mandamentos... Salve, Salve!



Com o incontestável sucesso da novela "Os Dez Mandamentos", que vem batendo recordes de audiência nas últimas semanas, os atores da Record passaram a ser mais reconhecidos e a emissora virou atração para novos nomes da teledramaturgia e também para ex-atrizes e atore da Globo, muitos deles sem participações relevantes há muito tempo. Cristiana Oliveira, Kadu Moliterno, Nívea Stelmann, Elizângela e Paloma Bernardi, todos vindos da Globo, são alguns dos nomes que estarão na noiva novela "Terra Prometida", continuação de Os Dez Mandamentos, com estreia para 2016

A fuga de atores da Globo para a Record é semelhante à de dez anos atrás, quando a emissora conseguiu tirar da Globo nomes como Marcelo Serrado, Paloma Duarte e Gabriel Braga Nunes. Na época, "Prova de Amor" e outras novelas também faziam sucesso e incomodavam a concorrência. Depois, a emissora passou ao mau gosto de fazer novelas violentas, pesadas demais e com tramas sem grande interesse para o público mais exigente.
Segundo o produtor de elenco, a Record segue a tendência já praticada pela Globo de enxugar o elenco fixo, com contratos por obra e poucos de longo prazo, como ocorre com os protagonistas de "Os Dez Mandamentos". Sérgio Marone, por exemplo, renovou por três anos após se destacar como o Faraó Ramsés, .papel que desempenhou com perfeição.
Os atores remanescentes da primeira leva de ex-globais na Record comemoram o sucesso de "Os Dez Mandamentos", que devolveu à emissora a visibilidade perdida nos últimos anos com produções de baixa audiência.
Os Dez Mandamentos está sendo uma das melhores novelas que já vi, em tantos anos de paixão pelos bons folhetins. Tudo no folhetim está perfeito: Os cenários maravilhosos, o guarda roupa impecável e belíssimo, os efeitos especiais, a trama bem urdida, os atores e atrizes irretocáveis em suas atuações. O realismo das cenas rivalizando com a beleza, a verdade bíblica dialogando com a ficção necessária para o encaixe da trama. 
Marrone esteve imbatível como Ransés, o porte elegant e majestoso, a voz rouca , o olhar duro e oblíquo, as entonações de voz... Enfim, ele me fazia sentir estar no Egito Antigo, vivendo tudo aquilo. A belíssima Nefertari um encanto de beleza, elegância e interpretação, assim como todo o elenco. Vou sentir muita saudade desta magnífica novela. Parabéns Record!
A Globo está em franca decadência dramatúrgica. A única novela que vale a pena ver é Além do Tempo. As demais, inclusive a que começou na segunda-feira, são péssimas! Quem criticou Babilônia deve estar com saudades desta... A Regra do Jogo é uma das piores produções que já vi na vida. Parece um programa policial, tipo Cidade Alerta. Violência em excesso, mau caratismo demais, personagens desonestos, mafiosos, assassinos, corrupção, mais uma favela como pano de fundo, exemplos de amoralidade e de falência dos valores que asseguram a dignidade humana, especialmente os valores de família. A das 19hs que terminou - Ai Love Paraisópoles, não ficou atrás da que a sucede. Recuso-me a acompanhar tais lixos televisivos. Também não verei Rei David, na Record. Muito violenta. Não curto chibatadas, assassinados, guerras violentas e sangue na telinha. Já tive disto em Os Dez Mandamentos, com o tratamento desumano que era dado aos hebreus. Mas, era a realidade vivida pelos povos escravos, não gostava de ver....
Com o incontestável sucesso da novela "Os Dez Mandamentos", que vem batendo recordes de audiência nas últimas semanas, os atores da Record passaram a ser mais reconhecidos e a emissora virou atração para novos nomes da teledramaturgia e também para ex-atrizes e atore da Globo, muitos deles sem participações relevantes há muito tempo. Cristiana Oliveira, Kadu Moliterno, Nívea Stelmann, Elizângela e Paloma Bernardi, todos vindos da Globo, são alguns dos nomes que estarão na noiva novela "Terra Prometida", continuação de Os Dez Mandamentos, com estreia para 2016
A fuga de atores da Globo para a Record é semelhante à de dez anos atrás, quando a emissora conseguiu tirar da Globo nomes como Marcelo Serrado, Paloma Duarte e Gabriel Braga Nunes. Na época, "Prova de Amor" e outras novelas também faziam sucesso e incomodavam a concorrência. Depois, a emissora passou ao mau gosto de fazer novelas violentas, pesadas demais e com tramas sem grande interesse para o público mais exigente.
Segundo o produtor de elenco, a Record segue a tendência já praticada pela Globo de enxugar o elenco fixo, com contratos por obra e poucos de longo prazo, como ocorre com os protagonistas de "Os Dez Mandamentos". Sérgio Marone, por exemplo, renovou por três anos após se destacar como o Faraó Ramsés, .papel que desempenhou com perfeição.

LEIA MAIS
Os atores remanescentes da primeira leva de ex-globais na Record comemoram o sucesso de "Os Dez Mandamentos", que devolveu à emissora a visibilidade perdida nos últimos anos com produções de baixa audiência.
Os Dez Mandamentos está sendo uma das melhores novelas que já vi, em tantos anos de paixão pelos bons folhetins. Tudo no folhetim está perfeito: Os cenários maravilhosos, o guarda roupa impecável e belíssimo, os efeitos especiais, a trama bem urdida, os atores e atrizes irretocáveis em suas atuações. O realismo das cenas rivalizando com a beleza, a verdade bíblica dialogando com a ficção necessária para o encaixe da trama. 
Marrone esteve imbatível como Ransés, o porte elegante e majestoso, a voz rouca , o olhar duro e oblíquo, as entonações de voz... Enfim, ele me fazia sentir estar no Egito Antigo, vivendo tudo aquilo. A belíssima Nefertari um encanto de beleza, elegância e interpretação, assim como todo o elenco. Vou sentir muita saudade desta magnífica novela. Parabéns Record!
A Globo está em franca decadência dramatúrgica. A única novela que vale a pena ver é Além do Tempo. As demais, inclusive a que começou na segunda-feira, são péssimas! Quem criticou Babilônia deve estar com saudades desta... A Regra do Jogo é uma das piores produções que já vi na vida. Parece um programa policial, tipo Cidade Alerta. Violência em excesso, mau caratismo demais, personagens desonestos, mafiosos, assassinos, corrupção, mais uma favela como pano de fundo, exemplos de amoralidade e de falência dos valores que asseguram a dignidade humana, especialmente os valores de família. A das 19hs que terminou - Ai Love Paraisópoles, não ficou atrás da que a sucede. Recuso-me a acompanhar tais lixos televisivos. Também não verei Rei David, na Record. Muito violenta. Não curto chibatadas, assassinados, guerras violentas e sangue na telinha. Já tive disto em Os Dez Mandamentos, com o tratamento desumano que era dado aos hebreus. Mas, era a realidade vivida pelos povos escravos, não gostava de ver....
Com o incontestável sucesso da novela "Os Dez Mandamentos", que vem batendo recordes de audiência nas últimas semanas, os atores da Record passaram a ser mais reconhecidos e a emissora virou atração para novos nomes da teledramaturgia e também para ex-atrizes e atore da Globo, muitos deles sem participações relevantes há muito tempo. Cristiana Oliveira, Kadu Moliterno, Nívea Stelmann, Elizângela e Paloma Bernardi, todos vindos da Globo, são alguns dos nomes que estarão na noiva novela "Terra Prometida", continuação de Os Dez Mandamentos, com estreia para 2016
A fuga de atores da Globo para a Record é semelhante à de dez anos atrás, quando a emissora conseguiu tirar da Globo nomes como Marcelo Serrado, Paloma Duarte e Gabriel Braga Nunes. Na época, "Prova de Amor" e outras novelas também faziam sucesso e incomodavam a concorrência. Depois, a emissora passou ao mau gosto de fazer novelas violentas, pesadas demais e com tramas sem grande interesse para o público mais exigente.
Segundo o produtor de elenco, a Record segue a tendência já praticada pela Globo de enxugar o elenco fixo, com contratos por obra e poucos de longo prazo, como ocorre com os protagonistas de "Os Dez Mandamentos". Sérgio Marone, por exemplo, renovou por três anos após se destacar como o Faraó Ramsés, .papel que desempenhou com perfeição.
Os atores remanescentes da primeira leva de ex-globais na Record comemoram o sucesso de "Os Dez Mandamentos", que devolveu à emissora a visibilidade perdida nos últimos anos com produções de baixa audiência.
Os Dez Mandamentos está sendo uma das melhores novelas que já vi, em tantos anos de paixão pelos bons folhetins. Tudo no folhetim está perfeito: Os cenários maravilhosos, o guarda roupa impecável e belíssimo, os efeitos especiais, a trama bem urdida, os atores e atrizes irretocáveis em suas atuações. O realismo das cenas rivalizando com a beleza, a verdade bíblica dialogando com a ficção necessária para o encaixe da trama. 
Marrone esteve imbatível como Ransés, o porte elegante e majestoso, a voz rouca , o olhar duro e oblíquo, as entonações de voz... Enfim, ele me fazia sentir estar no Egito Antigo, vivendo tudo aquilo. A belíssima Nefertari um encanto de beleza, elegância e interpretação, assim como todo o elenco. Vou sentir muita saudade desta magnífica novela. Parabéns Record!
A Globo está em franca decadência dramatúrgica. A única novela que vale a pena ver é Além do Tempo. As demais, inclusive a que começou na segunda-feira, são péssimas! Quem criticou Babilônia deve estar com saudades desta... A Regra do Jogo é uma das piores produções que já vi na vida. Parece um programa policial, tipo Cidade Alerta. Violência em excesso, mau caratismo demais, personagens desonestos, mafiosos, assassinos, corrupção, mais uma favela como pano de fundo, exemplos de amoralidade e de falência dos valores que asseguram a dignidade humana, especialmente os valores de família. A das 19hs que terminou - Ai Love Paraisópoles, não ficou atrás da que a sucede. Recuso-me a acompanhar tais lixos televisivos. Também não verei Rei David, na Record. Muito violenta. Não curto chibatadas, assassinados, guerras violentas e sangue na telinha. Já tive disto em Os Dez Mandamentos, com o tratamento desumano que era dado aos hebreus. Mas, era a realidade vivida pelos povos escravos, não gostava de ver....
Com o incontestável sucesso da novela "Os Dez Mandamentos", que vem batendo recordes de audiência nas últimas semanas, os atores da Record passaram a ser mais reconhecidos e a emissora virou atração para novos nomes da teledramaturgia e também para ex-atrizes e atore da Globo, muitos deles sem participações relevantes há muito tempo. Cristiana Oliveira, Kadu Moliterno, Nívea Stelmann, Elizângela e Paloma Bernardi, todos vindos da Globo, são alguns dos nomes que estarão na noiva novela "Terra Prometida", continuação de Os Dez Mandamentos, com estreia para 2016
A fuga de atores da Globo para a Record é semelhante à de dez anos atrás, quando a emissora conseguiu tirar da Globo nomes como Marcelo Serrado, Paloma Duarte e Gabriel Braga Nunes. Na época, "Prova de Amor" e outras novelas também faziam sucesso e incomodavam a concorrência. Depois, a emissora passou ao mau gosto de fazer novelas violentas, pesadas demais e com tramas sem grande interesse para o público mais exigente.
Segundo o produtor de elenco, a Record segue a tendência já praticada pela Globo de enxugar o elenco fixo, com contratos por obra e poucos de longo prazo, como ocorre com os protagonistas de "Os Dez Mandamentos". Sérgio Marone, por exemplo, renovou por três anos após se destacar como o Faraó Ramsés, .papel que desempenhou com perfeição.
Os atores remanescentes da primeira leva de ex-globais na Record comemoram o sucesso de "Os Dez Mandamentos", que devolveu à emissora a visibilidade perdida nos últimos anos com produções de baixa audiência.
Os Dez Mandamentos está sendo uma das melhores novelas que já vi, em tantos anos de paixão pelos bons folhetins. Tudo no folhetim está perfeito: Os cenários maravilhosos, o guarda roupa impecável e belíssimo, os efeitos especiais, a trama bem urdida, os atores e atrizes irretocáveis em suas atuações. O realismo das cenas rivalizando com a beleza, a verdade bíblica dialogando com a ficção necessária para o encaixe da trama. 
Marrone esteve imbatível como Ransés, o porte elegante e majestoso, a voz rouca , o olhar duro e oblíquo, as entonações de voz... Enfim, ele me fazia sentir estar no Egito Antigo, vivendo tudo aquilo. A belíssima Nefertari um encanto de beleza, elegância e interpretação, assim como todo o elenco. Vou sentir muita saudade desta magnífica novela. Parabéns Record!
A Globo está em franca decadência dramatúrgica. A única novela que vale a pena ver é Além do Tempo. As demais, inclusive a que começou na segunda-feira, são péssimas! Quem criticou Babilônia deve estar com saudades desta... A Regra do Jogo é uma das piores produções que já vi na vida. Parece um programa policial, tipo Cidade Alerta. Violência em excesso, mau caratismo demais, personagens desonestos, mafiosos, assassinos, corrupção, mais uma favela como pano de fundo, exemplos de amoralidade e de falência dos valores que asseguram a dignidade humana, especialmente os valores de família. A das 19hs que terminou - Ai Love Paraisópoles, não ficou atrás da que a sucede. Recuso-me a acompanhar tais lixos televisivos. Também não verei Rei David, na Record. Muito violenta. Não curto chibatadas, assassinados, guerras violentas e sangue na telinha. Já tive disto em Os Dez Mandamentos, com o tratamento desumano que era dado aos hebreus. Mas, era a realidade vivida pelos povos escravos, não gostava de ver....
Com o incontestável sucesso da novela "Os Dez Mandamentos", que vem batendo recordes de audiência nas últimas semanas, os atores da Record passaram a ser mais reconhecidos e a emissora virou atração para novos nomes da teledramaturgia e também para ex-atrizes e atore da Globo, muitos deles sem participações relevantes há muito tempo. Cristiana Oliveira, Kadu Moliterno, Nívea Stelmann, Elizângela e Paloma Bernardi, todos vindos da Globo, são alguns dos nomes que estarão na noiva novela "Terra Prometida", continuação de Os Dez Mandamentos, com estreia para 2016
A fuga de atores da Globo para a Record é semelhante à de dez anos atrás, quando a emissora conseguiu tirar da Globo nomes como Marcelo Serrado, Paloma Duarte e Gabriel Braga Nunes. Na época, "Prova de Amor" e outras novelas também faziam sucesso e incomodavam a concorrência. Depois, a emissora passou ao mau gosto de fazer novelas violentas, pesadas demais e com tramas sem grande interesse para o público mais exigente.
Segundo o produtor de elenco, a Record segue a tendência já praticada pela Globo de enxugar o elenco fixo, com contratos por obra e poucos de longo prazo, como ocorre com os protagonistas de "Os Dez Mandamentos". Sérgio Marone, por exemplo, renovou por três anos após se destacar como o Faraó Ramsés, .papel que desempenhou com perfeição.
Os atores remanescentes da primeira leva de ex-globais na Record comemoram o sucesso de "Os Dez Mandamentos", que devolveu à emissora a visibilidade perdida nos últimos anos com produções de baixa audiência.
Os Dez Mandamentos está sendo uma das melhores novelas que já vi, em tantos anos de paixão pelos bons folhetins. Tudo no folhetim está perfeito: Os cenários maravilhosos, o guarda roupa impecável e belíssimo, os efeitos especiais, a trama bem urdida, os atores e atrizes irretocáveis em suas atuações. O realismo das cenas rivalizando com a beleza, a verdade bíblica dialogando com a ficção necessária para o encaixe da trama. 
Marrone esteve imbatível como Ransés, o porte elegante e majestoso, a voz rouca , o olhar duro e oblíquo, as entonações de voz... Enfim, ele me fazia sentir estar no Egito Antigo, vivendo tudo aquilo. A belíssima Nefertari um encanto de beleza, elegância e interpretação, assim como todo o elenco. Vou sentir muita saudade desta magnífica novela. Parabéns Record!
A Globo está em franca decadência dramatúrgica. A única novela que vale a pena ver é Além do Tempo. As demais, inclusive a que começou na segunda-feira, são péssimas! Quem criticou Babilônia deve estar com saudades desta... A Regra do Jogo é uma das piores produções que já vi na vida. Parece um programa policial, tipo Cidade Alerta. Violência em excesso, baixaria, mau caratismo demais, personagens desonestos, mafiosos, assassinos, corrupção, mais uma favela como pano de fundo, exemplos de amoralidade e de falência dos valores que asseguram a dignidade humana, especialmente os valores de família. A das 19hs que terminou - Ai Love Paraisópoles, não ficou atrás da que a sucede. Recuso-me a acompanhar tais lixos televisivos. Também não verei Rei David, na Record. Muito violenta. Não curto chibatadas, assassinados, guerras violentas e sangue na telinha. Já tive disto em Os Dez Mandamentos, com o tratamento desumano que era dado aos hebreus. Mas, era a realidade vivida pelos povos escravos, não gostava de ver....
Com o incontestável sucesso da novela "Os Dez Mandamentos", que vem batendo recordes de audiência nas últimas semanas, os atores da Record passaram a ser mais reconhecidos e a emissora virou atração para novos nomes da teledramaturgia e também para ex-atrizes e atore da Globo, muitos deles sem participações relevantes há muito tempo. Cristiana Oliveira, Kadu Moliterno, Nívea Stelmann, Elizângela e Paloma Bernardi, todos vindos da Globo, são alguns dos nomes que estarão na noiva novela "Terra Prometida", continuação de Os Dez Mandamentos, com estreia para 2016
A fuga de atores da Globo para a Record é semelhante à de dez anos atrás, quando a emissora conseguiu tirar da Globo nomes como Marcelo Serrado, Paloma Duarte e Gabriel Braga Nunes. Na época, "Prova de Amor" e outras novelas também faziam sucesso e incomodavam a concorrência. Depois, a emissora passou ao mau gosto de fazer novelas violentas, pesadas demais e com tramas sem grande interesse para o público mais exigente.
Segundo o produtor de elenco, a Record segue a tendência já praticada pela Globo de enxugar o elenco fixo, com contratos por obra e poucos de longo prazo, como ocorre com os protagonistas de "Os Dez Mandamentos". Sérgio Marone, por exemplo, renovou por três anos após se destacar como o Faraó Ramsés, .papel que desempenhou com perfeição.
Os atores remanescentes da primeira leva de ex-globais na Record comemoram o sucesso de "Os Dez Mandamentos", que devolveu à emissora a visibilidade perdida nos últimos anos com produções de baixa audiência.
Os Dez Mandamentos está sendo uma das melhores novelas que já vi, em tantos anos de paixão pelos bons folhetins. Tudo no folhetim está perfeito: Os cenários maravilhosos, o guarda roupa impecável e belíssimo, os efeitos especiais, a trama bem urdida, os atores e atrizes irretocáveis em suas atuações. O realismo das cenas rivalizando com a beleza, a verdade bíblica dialogando com a ficção necessária para o encaixe da trama. 
Marrone esteve imbatível como Ransés, o porte elegante e majestoso, a voz rouca , o olhar duro e oblíquo, as entonações de voz... Enfim, ele me fazia sentir estar no Egito Antigo, vivendo tudo aquilo. A belíssima Nefertari um encanto de beleza, elegância e interpretação, assim como todo o elenco. O capítulo de ontem (10) foi um verdadeiro triunfo da dramaturgia, um momento épico inesquecível! Adorei! Vou sentir muita saudade desta magnífica novela. Parabéns Record!

A Globo está em franca decadência dramatúrgica. A única novela que vale a pena ver é Além do Tempo. As demais, inclusive a que começou na segunda-feira, são péssimas! Quem criticou Babilônia deve estar com saudades desta... A Regra do Jogo é uma das piores produções que já vi na vida. Parece um programa policial, tipo Cidade Alerta. Violência em excesso, mau caratismo demais, personagens desonestos, mafiosos, assassinos, corrupção, mais uma favela como pano de fundo, exemplos de amoralidade e de falência dos valores que asseguram a dignidade humana, especialmente os valores de família. A das 19hs que terminou - Ai Love Paraisópoles, não ficou atrás da que a sucede. Recuso-me a acompanhar tais lixos televisivos. Também não verei Rei David, na Record. Muito violenta. Não curto chibatadas, assassinados, guerras violentas e sangue na telinha. Já tive disto em Os Dez Mandamentos, com o tratamento desumano que era dado aos hebreus. Mas, era a realidade vivida pelos povos escravos, não gostava de ver....

Nenhum comentário :