18 de março de 2015

Francieli, ex-BBB, foi exonerada do TJRS.


Francieli Berwanger Medeiros, eliminada na primeira semana do BBB15, não é mais conciliadora criminal no Tribunal de Justiça de Porto Alegre (TJRS). Num documento assinado por ela no dia 3 de fevereiro, a ex-participante do "Big Brother Brasil 15" pediu exoneração do cargo, sem justificativa. O pedido foi feito e aceito pelo órgão. Por conta disso, ela não será processada administrativamente, já que era acusada de descumprir o Código de Ética da função.
Na última terça-feira, o TJRS informou sobre a exoneração de Francieli que, procurada, disse não ter sido informada sobre a situação. Vai vendo...
— Estou esperando ser chamada para fazer uma citação por conta desse processo. Ainda não fui chamada para nada. Tenho o direito de me defender, mas ainda não me deram essa oportunidade. Tudo aconteceu de forma estranha, e não sei de exoneração nenhuma — argumentou ela.
Questionado sobre a notificação à profissional, o Tribunal de Justiça confirmou, por meio da sua assessoria de imprensa, que Francieli pediu, sim, a exoneração e que ela não integra mais o quadro de funcionários do TJRS. Nuuuusa!
Novamente procurada para comentar sobre o pedido de exoneração, a ex-BBB não foi mais encontrada. Senhora complicadinha! Que coisa!
Logo que entrou no programa, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul publicou uma nota informando que a Corregedoria-Geral da Justiça do estado (CGJ) havia afastado temporariamente Francieli Berwanger Medeiros da função de conciliadora criminal. Tá maus! 
 Ela era acusada de utilizar a sala de audiências do espaço onde trabalhava informando que o objetivo seria conceder entrevista à produção do programa “Encontro com Fátima Bernardes”, cuja pauta seria sobre concursos. Na verdade, segundo afirma o processo, a intenção era gravar participação para o programa “BBB15”. Eitcha! Danou-se tudoooo! Que senhora atrapalhada! 
Até pedir exoneração, Francieli ficou afastada das atividades no Juizado Especial Criminal (Jecrim) do Foro Regional da Restinga, em Porto Alegre.



Nenhum comentário :