1 de fevereiro de 2015

Valéria Valessa, a mais bela Globeleza...


O último capítulo do livro, inclusive, terá um depoimento escrito pelo próprio Hans Donner, contando em detalhes como os dois se conheceram e iniciaram o romance que resultou num casamento. Valéria também abrirá o coração ao admitir que ficou traumatizada quando passou a viver longe dos holofotes.

“Ela passou por todas as expectativas de uma menina vinda do subúrbio, que conseguiu chegar à fama com rapidez, até que um belo dia foi substituída. Isso, para ela, foi um momento muito difícil. Valéria sofreu depressão e nem saía de casa. Embora soubesse que aquilo não era para sempre, que depende da forma física, da juventude.., ela sofreu um baque muito violento”, contou Laura Bergallo, em recente entrevista à Retratos da Vida.

Toda o drama da ex-Globeleza, atualmente com 43 anos, será contado de maneira delicada. “O que aconteceu com ela acontece com quase todas as pessoas que têm um sucesso muito grande. A biografia será um livro que fala sobre superação. A história fala de um conto de fadas que teve seus momentos difíceis e se tornou um exemplo de superação”, completou a autora.

Depois de Valéria Valessa nenhuma das suas substitutas podem ser comparadas a sua exuberante beleza. A do ano passado tinha os seios feios, flácidos e pequenos demais, a do Carnaval 2015 é bonitinha de rosto, mas deixa muito a desejar o corpo muito magro, com as nádegas flácidas. Valéria tinha as carnes firmes, as formas perfeitas, seios lindos. Nada balançava, quando ela dançava. Parecia uma deusa de ébano. A mulata tinha glamour, graciosidade e elegância nos movimentos, além de um rosto bonito... 
Será que não existem mais mulatas lindas no Brasil? Claro que há. Por qual motivo não são convidadas por olheiros da Globo? 


Nenhum comentário :