6 de junho de 2016

O charme discreto dos cabelos brancos...

0 COMENTÁRIOS
Quando os cabelos brancos chegam, nossa primeira reação é querer arrancá-los. Passado o desespero, bate a dúvida do que fazer com eles: combater ou aceitar? Segundo o cabeleireiro João Bosco, do Marcos Proença Cabeleireiros (SP), na antiguidade, o cabelo era símbolo de status, poder, força. “Podemos dizer que o mesmo acontece até hoje, pois o tipo de cor e corte, assim como o estilo do cabelo diz a qual grupo você pertence, quais lugares você frequenta, a sua personalidade”, diz.

Segundo João, o cabelo colorido demonstra cuidado com estética, com a imagem, e transmite a mensagem de juventude, beleza e força. “No Japão, por exemplo, os homens colorem os cabelos da cor natural e só deixam de colorir quando se aposentam”, comenta.

Por outro lado, no pós-guerra, as europeias começaram a se libertar dos trajes acinturados, das camadas de vestidos e também das tintas de cabelo. “Foi símbolo de força e igualdade entre os sexos. Esse conceito foi aceito e mostra que mulheres podem, sim, se sentirem bonitas, atraentes e ao mesmo tempo fortes e seguras com seus cabelos brancos”, diz.

Rodrigo Lima, hairstylist e diretor criativo do Circus Hair (SP) concorda e acrescenta: “É possível deixar o cabelo branco natural se essa for a vontade. Assim como colorir se a pessoa gosta de cor. O que está por trás de tudo isso é que a decisão agora está com a pessoa e não mais com uma indústria”.

E você, já sabe o que vai fazer?

1. Quero colorir!
Manter as madeixas impecáveis dá trabalho, muito trabalho, mas você fica linda, muito linda! Quem explica tudinho é o cabeleireiro João Bosco (@jobosco), do Marcos Proença Cabeleireiros (SP).

Quando começo? A hora correta para quem não está a fim de assumir os branquinhos é quando eles começarem a incomodar.
Vou ter de ficar loira? Uma mulher não deve ficar loira porque começou a ter fios brancos, a não ser que ela tenha esse desejo. A primeira cor deve respeitar o tom natural do cabelo e ser feita apenas nos fios brancos, com a técnica fio a fio, que significa passar tonalizante com pincel fino apenas nos brancos sem colorir o cabelo por completo.
Não posso mais deixar cabelão? Na verdade, tudo pode! O cabelo deve fazer se sentir segura, bonita e confortável com seu comprimento. O corte pode condizer com o momento, e se você gosta de moda e acompanha tendências. Ou pode ter um estilo seu. Por exemplo: A Suzana Gullo usa franja, e a franja faz parte do estilo dela. Ela muda o comprimento, deixa reto, repica, deixa liso, ondula, mas mantém a franja. 
Coloração ou tonalizante? Tonalizante é melhor. A coloração permanente só deve entrar em cena quando o tonalizante não der mais conta de colorir os brancos. O cabelo colorido deve ser tratado com produtos específicos pra ele.
Como é a manutenção? A manutenção é de acordo com o crescimento. Os intervalos podem variar para cada cabelo entre 2 meses e 15 dias.

2. Quero assumir!
Aceitar os brancos é uma questão de atitude! E também requer cuidado. O Rodrigo Lima, hairstylist e diretor criativo do Circus Hair (@circushair) (SP), ensina tudinho.
Como começar a deixar os brancos aparecerem? Não há regra, depende do quanto essa decisão já está bem elaborada pela pessoa. Há a opção do reflexo bem claro para tirar a antiga coloração, e deixar crescer aos poucos até assumirem a totalidade. As mulheres com alguma coloração ou boa parte dos fios escuros podem começar do zero, realizando cortes periódicos como se fosse um período de transição.

E se minhas mechas brancas forem espalhadas? Sempre existe como alternativa o reflexo branco platinado. Ele imita a condição do fio branco e pode dar mais harmonia, espalhando as mechas de forma mais natural.
Não posso mais deixar cabelão? Não tem regra, a decisão final é somente sua. Se ela gosta de um cabelo curto, vale a pena experimentar e fazer um corte moderno e diferente. Mas também pode tentar deixar o cabelo longo, sempre cuidando pra que o resultado fique bonito e elegante.
Precisa tratar? Sim, requer mais cuidado, pois o fio branco é mais grosso do que o normal e geralmente tende a ter mais frizz.
Como cuidar? Fazer hidratação constantemente, em casa e no salão. E também troque o seu xampu comum por um específico, como silver, que é destinado a retirar o amarelado.
 P.S. Deixei meus cabelos brancos bem naturais, bem cuidados e sinto-me bem mais interessante com meu look terceira idade... 

Fonte: UOL Notícias.